segunda-feira, 21 de maio de 2007

...em pequeno,
eu costumava maravilhar-me com o facto
de que as letras de um livro fechado não se misturassem
e se perdessem no decorrer da noite.

Jorge Luis Borges

1 comentário:

Carlos disse...

Os livros, lidos e fechados, as palavras continuam em nossas mentes.
E não são quando elas mais se organizam?

Prof. Carlos