terça-feira, 21 de outubro de 2008

Procura-se um Amor


Procura-se um amor que goste de amar sem motivo, pelo simples prazer de amar.

Procura-se um amor que goste de quem eu gosto como gosta de mim, pois será igualmente gostado por quem eu gosto e por quem gosta de mim.

Procura-se um amor que sorria ao me ver, que morda os lábios sempre que me abraçar.

Procura-se um amor que ralhe comigo quando houver exagero, mas que se delicie comigo de vez em quando com uma barra de chocolate com castanha de caju, ou pudim de leite feito por mim.

Procure-se um amor extravagante nas suas formas de amar, que invente a cada gesto uma forma de mostrar o quando significo em sua vida.

Procura-se um amor que tenha sonhos, para que se possa sonhar juntos.Procura-se um amor que tenha como sonho maior o nosso futuro e como causa maior o nosso presente, o amor que nos une. E disso não abra mão.

Procura-se um amor que esqueça a razão e jure, de pés juntos e sem figuinha, que será para sempre, mesmo sabendo racionalmente que “o pra sempre sempre acaba”.

Procura-se um amor que seja honesto e sincero, o que é uma redundância, pois todo amor verdadeiro o é.

Procura-se um amor que se orgulhe de minhas vitórias e saiba que a recíproca será sempre verdadeira; Que esteja lá, mesmo em silêncio, nas minhas derrotas, com uma mão em meu ombro e outro a me fazer cafuné.

Procura-se um amor que não minta, que não me faça sentir boba (a não ser de amor).

Procura-se um amor que acredite em mim. Mais importante: que acredite em si. Pois assim podemos, como diz Rubem Alves, jogar frescobol e não tênis, fazer a bolinha chegar ao outro e não buscar tirá-lo da jogada.

Procura-se um amor que possa ser, comigo, alvo de frases como: “que casal lindo e feliz”, sem que o tom da frase seja de inveja, mas sim de uma melodia harmoniosa de admiração.

Procura-se um amor que goste de tomar água de coco no final da tarde, vendo o sol se pôr. Que goste de vagar de carro ou a pé pela cidade, sem rumo.

Procura-se um amor assim. Pode ser um pouquinho diferente. Aceitam-se contra-propostas.Mas que seja acima de tudo cuidadoso, zeloso e inteiro, que não queira se dividir entre outros amores, um amor que se complete e me complete.
=
Texto adaptado de Sérgio Augusto Freire de Souza

5 comentários:

O_Reclamista disse...

Viva!!!

Amei seu blog...nota 1000.

Quem esta cantando ao fundo?

Tomei a liberdade de colocar seu blog na minha lista de blogs.

Abraços.

O_Reclamista

profano disse...

Olá Kisstina como vai?

Vi agradecer seu carinho, já coloquei em meu post e, também, vim aproveitar-me das poesias. Obrigado pela gentileza. Adorei.

Bjo
Léo

Isabel Monte disse...

Gostaria de parabénizar a pessoa responsável por esse texto, realmente também é tudo que procuro! Me emocionou saber que tantas outras pessoas ainda buscam essa forma romântica de amar.

jaque disse...

nossa, eu tambem procuro esse amor, mais hj eu ja acho imposivel, me emocionei pois, em nome do amor eu sofro e sempre sofri nunka consegui ser feliz

Anónimo disse...

amei muitobj dolci scarfi