sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Hoje


Tu já tinhas um nome, e eu não sei

Se eras fonte ou brisa ou mar ou flor

Nos meus versos chamar-te-ei amor

Eugénio de Andrade


1 comentário:

Vinícius Bento disse...

O meu comentário é a postagem de hoje no E o que eu tenho...

Beijos no seu coração!