domingo, 10 de junho de 2007

Adoro o choro que vem, delicado...
quando o sentimento exacerbado enfim transborda,
revelando a matéria prima da natureza dos homens...
água e amor!

=B.P.

=Meu poeta do coração.O poeta que conversa com a minha alma.
=

1 comentário:

Carlos disse...

Parabéns pelo bom gosto na seleção dos poemas apresentados nesse blog. Poucas vezes vi reunido um conjunto tão harmônico.
Um abraço!

Até breve!

Carlos